Arte e política reloaded?

June 3, 2016

Screenshot 2016-06-03 08.20.55.png



O direito à cidade
SEGUNDA-FEIRA, 6 JUNHO


9.30h-11.00h | Espaço da Penha
§1 Seminário
Cidades contestadas, cidades imaginadas
conversa com Michael Janoschka

PAUSA

11.15h-13.15h | Espaço da Penha
Oficina #1 – COMO RECLAMAR A CIDADE?
Geografias críticas construindo o comum
Debate refletindo criticamente sobre o modo como o espaço público se torna lugar de privatização e de negócio ou de apertada vigilância ou como o direito a habitar a cidade se hierarquiza e gentrifica no quadro da globalização de uma lógica urbanística neoliberal. Pensar a cidade como locus de relações de poder desiguais (em que ao aparelho de Estado ou aos interesses económicos cabe a parcela hegemónica), mas ainda a possibilidade de pensar a sua transformação e reformulação através de novas formas de participação e representação e de pensar e agir sobre o comum (e até sobre o privado).

Alexandra Paio (arquitecta, Dep. Arquitetura ISCTE-IUL/ISTAR)
Andrea Pavoni (estudos de media, Dinâmia/ISCTE)
Guilhermo Aderaldo (antropólogo, GEAC – USP)
Laura Burocco (estudos urbanos, ECO/UFRJ e LabTec, Brasil/Itália)
Melissa García Lamarca (geógrafa, Univ. Manchester)
Nadia Bertolino (arquitecta, Univ. Sheffield School of Architecture)
Nilton Santos (antropólogo, UFF, Brasil)
Paulo Raposo (antropólogo, CRIA-IUL)
Tiago Mota Saraiva (arquitecto, ateliermob)

[+ info]